Archive for the ‘Audrey Hepburn’ Category

h1

Bonequinha de Luxo – Breakfast at Tiffany´s, USA 1961

26 de março de 2009

bonequinha-de-luxo-poster12

Título Original: Breakfast at Tiffany’s
Gênero: Drama
Tempo de Duração:115 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 1961
Estúdio:Paramount Pictures / Jurow-Shepherd
Distribuição:Paramount Pictures
Direção: Blake Edwards
Roteiro:George Axelrod, baseado em livro de Truman Capote
Produção:Martin Jurow e Richard Shepherd
Música:Henry Mancini
Fotografia:Franz Planer e Philip H. Lathrop
Direção de Arte:Roland Anderson e Hal Pereira
Figurino:Hubert de Givenchy e Pauline Trigere
Edição:Howard A. Smith

Um motivo bastante forte e convincente para assistir este filme é a excelente atuação da atriz Audrey Hepburn (da qual sou fã há anos – desde que assisti My Fair Lady). O rosto de Audrey, que para muitos cinéfilos é inesquecível e transparece várias qualidades: carisma, irreverência, elegância e contagiante alegria dá graciosidade a sua personagem.

bonequinha-de-luxo3

O filma conta a história de Holly Golightly (interpretada por Audrey Hepburn), uma garota de programa que sonha em se casar com um milionário. Dividida entre inocência, ambição e futilidade, para fugir dos problemas toma seus cafés da manhã em frente à famosa joalheria Tiffany`s – daí o nome original do filme. 

Os planos da personagem de se tornar rica mudam quando conhece Paul Varjak (George Peppard), um jovem escritor bancado pela amante, que se torna seu vizinho e com quem se envolve. Apesar do interesse em Paul, Holly reluta em se entregar a um amor que contraria seus objetivos de casar com um milionário.

bonequinha-de-luxo21

Cenas inocentes e emocionantes – como o passeio a joalheria Tiffany´s onde os dois procuram um presente barato; Holly e Paul roubam da loja máscaras de criança; e o momento em que Holly descansa sobre o colo de Paul – marcam a amizade entre os dois. O gigolô surpreendentemente se transforma quando passa a conviver com Holly, redescobre nas pessoas e na vida a inocência e o amor. 

bonequinha-de-luxo

O encanto do filme está nos diálogos e na inocência que expressa uma amizade entre dois personagens “errados” – uma garota de programa e um gigolô. O filme seria chocante para a época de seu lançamento, mas o caminho que este segue o conduz totalmente a sofisticação.

O filme também possui uma trilha sonora inesquecível “Moon River” (uma das primeiras músicas que aprendi a tocar com meu professor de gaita cromática) – especialmente composta para a atriz Audrey Hepburn, que muitos diziam não saber cantar.

Anúncios