Archive for the ‘Reflexão’ Category

h1

As chaves do Reino – Gregory Peck

5 de julho de 2014

Esse filme foi um grande achado, assisti várias vezes, é encantador. Adoro ver Gregory Peck!

“As chaves do Reino” mostra as dificuldades de uma missão católica na China. Independente disso achei interessante o filme,  mostrou que ações são importantes mesmo que pareçam insignificantes, que persistência contagia e faz acreditar que mudanças e vitórias são possíveis. Tudo isso no personagem principal encarnado por Gregory Peck.

Sinopse extraída do YouTube:

As chaves do Reino (The Keys Of The Kingdom (1944)
Adaptado do livro de A J Cronin de 1941
Gregory Peck é um padre que missionou na China.
O que chama atenção do filme é a sua forma de ver a vida ignorando as diferenças religiosas e sim procurando a bondade humana como uma das chaves que para a salvação.

Não esquecam de ativar as legendas em portugues

Então, bom filme!

h1

Curtametragem – Eu Não Quero Voltar Sozinho

10 de junho de 2011

Olá amig@ cinéfilo!

Esta postagem traz o curta brasileiro “Eu não quero voltar sozinho”. 

Ele criou polêmica devido ao teor de seu conteúdo e por isso foi proibido de ser exibido nas escolas.

Assista e depois diga sua opinião a respeito aqui no blog. Não deixe de comentar!

Em breve estarão publicadas aqui no CINEMANIA resenhas sobre filmes estrelados por Cary Grant. Fique a vontade para deixar sugestões de filmes deste grande astro hollywoodiano.

Abraços e até a próxima!

h1

Zeitgeist Addendum – até parte 4

31 de março de 2009

Este filme mostra uma outra visão de como o mundo é manipulado. Não se sabe ao certo se é a verdade, mas certamete cria polêmica e faz pensar. Ele mostra como a economia se torna um assunto complicado para a grande massa populacional, que se desinsteressa e deixa este assunto livre para as poderosas corporações manipular. E fala ainda como age uma máquina chamada Corporatocracia que domina a economia global.

zeitgeist1

zeitgeist2

zeitgeist3

zeitgeist4

zeitgeist5

zeitgeist6

zeitgeist7

Segue um resumo que elaborei após assistir quatro das doze partes do filme – versão disponível no site do YouTube

Zeitgeist Addendum – até parte 4 (YouTube)

A política de reservas fracionadas praticada pela Receita Federal se espalhou como prática da maioria dos bancos do mundo, que é na verdade um sistema moderno de escravidão.

O dinheiro é criado a partir de dívidas. O que as pessoas fazem quando possuem dívidas? Buscam empregos para poder pagá-las. Mas se o dinheiro só pode ser criado a partir de empréstimos, como a sociedade vai ficar livre de dívidas algum dia? ELA NÃO PODE!

Corporatocracia

Liderada por um grupo de pessoas que gerenciam as grandes empresas. Eles controlam a mídia direta ou indiretamente através da publicidade, controlam a maioria dos políticos, pois financiam suas campanhas. Você não consegue saber se os líderes trabalham para as corporações ou para o governo, pois eles sempre trocam de posição.

Assassinos econômicos: como eles agem?

Por exemplo um país que tem petróleo aceita um empréstimo do Banco Mundial. Este dinheiro nunca vai para o país, vai para as grandes corporações para que criem projetos de infraestrutura neste país que beneficiam uns poucos ricos deste país. Então o país adquire uma enorme dívida incapaz de pagá-la. Os assassinos econômicos dizem: “você perdeu muito dinheiro, não conseguirá pagar sua dívida, então venda seu petróleo bem barato para as novas petroleiras, deixe-nos construir uma base militar no seu país, envie tropas para apoiar uma das nossas, em algum lugar do mundo como Iraque ou vote em nós na próxima cúpula da ONU”. Pedem para privatizar sua CIA elétrica e vendem seu sistema de água e esgoto para corporações americanas ou outras multinacionais.

Resumo: corromper o governante mór para que ele entre no jogo das corporações. Caso ele se recuse, os chacais apoiados pela CIA se encarregam de tirar de circulação o governante. Para isso é aplicado golpe de estado para retirar este governante.

O Iraque é um exemplo perfeito de como funciona o sistema de corporatocracia:

1º Os assassinos econômicos tentam corromper o governo para que aceite enormes empréstimos controlados pela corporatocracia.

2º Derrubar o governo ou assassinar o líder e começar um governo ditado pela corporatocracia.

Saddam Hussein não foi assassinado na 1ª tentativa, ele conseguiu escapar porque havia trabalhada na CIA e conhecia o sistema em 91; os corporatocratas mandaram tropas e venceram o exército iraquiano e Saddam Hussein não havia sido assassinado ainda devido a sua influência com o povo; foi tentada uma segunda vez a ação dos assassinos econômicos de corromper o líder, porém foi falha e foi preciso enviar o exército para o país derrubar o governo.

Iraque = 3 etapas do sistema de corporatocracias

1º Assassinos econômicos que falharam

2º Chacais que falharam

3º O exército enviado ao país

O processo de manipulação corporativa: dívidas, corrupção e golpes se resume a GLOBALIZAÇÃO

Banco Mundial e FMI

Colocar um país em dívida

Impor condicionalidades ou políticas de ajuste estrutural:

1 – desvalorização da moeda, e como consequência os produtos, que serão vendidos a valores inferiores a outros países mais ricos.

2 – cortes no financiamento de programas sociais, educação e saúde; deixando as pessoas vulneráveis a exploração.

3 – Privatização de empresas públicas